' Verdade - DIÁRIO DE UM DOMINADOR - GLADIUS | BDSM, Fetiches e Relacionamentos

Verdade



Publicado em 09/10/2008 -
NOTA DO AUTOR >>> Neste post, respondendo a uma pergunta pessoal, abordei o assunto “verdade” pela primeira vez e nele fiz as primeiras conexões que me levaram a crer que a verdade é algo tão importante que passei a, dentro do meu modo de ver, colocá-la junto da hierarquia como elementos fundamentais na constituição do BDSM.
Outra questão é a de como via, até de forma extremista, as relações afetivas convencionais como ruins no geral. Minha opinião sobre isso mudou com o tempo e hoje vejo que as relações do “Mundo Baunilha” são tão lícitas como qualquer uma e alguns vão transcender a todas as pontas soltas citadas no texto.
Será uma constante que postagens sejam originadas a partir de conversas com amigos e perguntas feitas pelos leitores.

Verdade

Uma boa amiga me perguntou: "Você é tão feliz, vive sorrindo, de bem com a vida, qual o seu segredo?"

Eu respondi de imediato e quase sem pensar: "O segredo é deixar minha vida fluir, seguindo o caminho pavimentado pela verdade, pela intensidade e pelo prazer.”

Racionalizando posteriormente sobre essa minha resposta, fiquei tentando transformar em palavras o significado dessa "verdade" que citei de forma automática e instintiva.

Afinal de contas de que verdade eu preciso para ser feliz?

Sempre que penso nas diferenças entre os Universos BDSM e Baunilha a primeira coisa que me vem à cabeça é o fato de que no Mundo Baunilha, as relações (namoro, noivado, casamento etc.) para se manterem estáveis, necessitam de mentira, dissimulação e hipocrisia. 

Isso é um fato dado que relações montadas sem se levar em conta a natureza dos envolvidos ficaria instável, pois é cheia de pontas soltas.

No Universo BDSM para tudo funcionar perfeitamente, se faz necessário que todas as cartas estejam na mesa, ou seja, que tudo fique absolutamente claro para todas as partes, pois ao contrário do Mundo Baunilha, não é necessário fabricar relações. 

No BDSM as relações apenas acontecem e quando acontecem, vem com uma verdade avassaladora que derruba máscaras e as faz colapsar quando uma parte não está de verdade.

Chamo de verdadeiros aqueles que não interpretam personagens criados apenas para complementar uma vida baunilha mal resolvida. 

É verdadeiro um Dominador que é casado e vem para o BDSM viver intensamente sua natureza de Dominador, a esposa participando disso ou não, mas quando não participando, com certeza sabendo.

É falso o que cria o personagem do Dominador e busca nas escravas, sexo fácil e amantes controláveis. 

É verdadeira a escrava que é casada e da mesma forma que o Dom casado vem para o BDSM viver sua natureza de escrava ou submissa não enganando o seu parceiro de vida.

É falsa aquela que vem à procura de tapar um buraco em sua vida sentimental. 

Falsos também são os que não buscam a plenitude e o prazer.

Verdade... Conexão verdadeira... 

Entre os que me leem, apenas os verdadeiros saberão exatamente do que falo, lembrando das ocasiões em que as suas verdades se manifestaram onde experimentaram uma conexão verdadeira, logo na primeira cruzada de olhares, estando acompanhados ou não.

O dominante percebe os lábios dela se entreabrindo e seus olhos brilhando... Ele enche o peito e fixa os olhos como um predador. 

A presa submissa sente um misto de intimidação e segurança, uma vontade de cair de joelhos e abraçar as pernas daquele ser.

Nesse momento de conexão, o coração de ambos parece que vai sair pela boca. 

Ali é quem domina e quem se submete interagindo... e muito mais.

Força e fogo quase indescritíveis. Fúria e paixão transbordando nesse momento.
 
Os verdadeiros sabem e se identificam de uma forma quase sobrenatural... e sabem exatamente do que estou falando.

Infelizmente senti essa verdade em poucas oportunidades na minha vida, mas ela ocorreu de forma tão intensa e prazerosa nestas poucas vezes, que de certa forma foi o que me levou ao caminho que percorro hoje. 

O caminho da busca pela intensidade, prazer e acima de tudo, da verdade.

Às vezes a persigo de forma tão furiosa e acabo passando de certos limites e atropelando quem viu a verdade, mas ainda não está pronta para ela. 

Mas para quem já saboreou a verdade e não está pronta para ela, existe uma cura... o tempo. 

E o tempo faz as verdades se tornarem inevitáveis para os verdadeiros... e é assim que eu escolho viver.


GLADIUS MAXIMUS



► Verdade





Verdade Verdade Reviewed by Gladius on abril 25, 2021 Rating: 5

6 comentários:

  1. Anônimo9.10.08

    SR..
    tudo aqui é lindo..
    tudo aqui é uma delicia de ler...
    tudo aqui é uma aula!

    adorei seu blog...

    valentiny_MR_YOWA
    (loka pela lua)

    ResponderExcluir
  2. "Um sádico sempre ve se o outro tem a fome que pode o Alimentar"


    Acredito serem essas as verdades
    elas não são fabricadas, elas fluem
    são Instintos..


    Presa e caçador
    isso não é fetiche
    é Verdade (nua & crua)



    BjO'ss e meus Respeitos
    Sr..

    ResponderExcluir
  3. Desnecessario comentar...Mas como sou de gemeos nao aguento.rs.O Senhor me conhece nao?rs
    Delicia de lugarzinho o seu Senhor.
    Ruivitcha ja virou fa.
    Bom ler suas opinioes e comentarios, mesmo que eu nao concorde com algusn deles. Raro alguem de opiniao e discernimento em nosso meio.
    Beijos cheios de felicidades e saudades...e que a nova caminhada seja longa, iluminada, fresca e prazeirosa... ;)
    Minhas mais respeitosas saudacoes.

    ResponderExcluir
  4. Apenas meditando cada palavra em silêncio.
    È muito bom vir aqui.

    Flores de {myrah}_ALDO

    ResponderExcluir
  5. Anônimo16.10.08

    Neste momento em que o instinto do macho e sua fêmea se encontram no mundo baunilha há toda uma série de rituais a ser cumprido, antes de natural e simplesmente ser seguido eu penso que seria tão mais fácil se deixássemos as verdades intrínsecas de cada um se exalar do que fazê-las calar.
    E penso ainda que seja esta busca incessante que nos move, com suas devidas exceções, em direção ao BDSM .
    Belas palavras que uma vez mais retratam com fidedignidade uma realidade para os poucos que ousam, acreditam e vivenciam de forma plena e real, fugindo do lúdico creio que citado de forma implícita pelo Senhor.

    Belas e exatas palavras. Parabéns.

    Saudações respeitosas

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.