' PERFIL NO ORKUT - DIÁRIO DE UM DOMINADOR - GLADIUS | BDSM, Fetiches e Relacionamentos

PERFIL NO ORKUT


Publicado em 06/06/2008

NOTA DO AUTOR
Minha chegada ao meio de BDSM de São Paulo coincidiu com alguns eventos interessantes. O primeiro foi o crescimento das salas de bate-papo, que foi a minha primeira janela para observar e posteriormente encontrar outras pessoas com gostos estranhos como os meus, fato que se deu em 2002.
Na segunda metade da primeira década deste século tive o meu primeiro contato com uma rede social, criando o meu primeiro perfil no Orkut e tendo acesso a mais detalhes sobre as pessoas desse meio através do acesso ao perfil delas.
O Orkut nessa época veio bem a calhar pois complementava com essas informações todas a conversa em tempo real que as salas de bate-papo proporcionavam.
Resolvi então publicar no Blog como postagem a minha descrição de perfil no Orkut a princípio apenas para dar acesso a outras pessoas e divulgar esse perfil, mas posteriormente acabou servindo para registrar a minha visão de mim mesmo naquele momento e algumas frases e conceitos de minha autoria.
Tenho uma grande admiração pelos ditos populares e frases de efeito. Essa admiração se dá na capacidade de síntese dos autores destas, conseguindo colocar muita sabedoria em poucas palavras.
Com o Blog veio o hábito da escrita e com ele o exercício da busca pela economia nas palavras, em que tentei sempre falar o máximo escrevendo o mínimo e desses textos acabaram espocando algumas frases que julguei surpreendentemente boas para a finalidade de causar um efeito positivo em quem as lesse.
A partir daí comecei a tentar capturar em frases assim um pouco do meu modo de ver as coisas e nesse perfil de Orkut reuni algumas delas.

Sou fúria e fogo e me alimento do terror e do êxtase.

Está é uma frase que me define bem de forma profunda e metafórica, mas na prática sou um dominador puro e natural.  

Não sou sádico. Sadismo não é a melhor palavra para descrever o que faço e o que gosto... talvez Maquiavel explique um pouco melhor.

NOTA DO AUTOR
Já tinha falado de mim muito nas salas de bate-papo e nas conversas nos bares temáticos, mas aqui foi o primeiro exercício de escrever sobre mim em poucas palavras.
Falar que “sou fúria e fogo” tem a ver com a minha natureza primal dominante aflorada e em perfeito equilíbrio com os meus lados razão e emoção. Quando digo “me alimento do terror e do êxtase” faz ligação direta com os efeitos dos contextos sofisticados e bem elaborados contidos na dinâmica de uma relação BDSM, em que as partes se alimentam diretamente do fluxo de poder.

O verdadeiro Dominador começa sendo um homem completo e um perfeito Cavalheiro.

A frase acima é um dos meus fundamentos, mas é apenas uma parte do que penso e penso que, antes de pensar em ser dominador o indivíduo tem que ser um homem completo e um perfeito cavalheiro, pois não se deve perder a perspectiva que a mulher que se submete ali, indefesa, submissa, é um ser humano, uma mulher e uma dama.

NOTA DO AUTOR
Essa foi a minha primeira frase de efeito e nela tentei expressar o valor que creio um dominante deva ter para merecer a quantidade de poder que recebe da parte que se submete.
Como sou homem e a imensa maioria dos atos de abuso e violência relatados na época (e infelizmente até os dias de hoje), sou muito crítico em relação ao comportamento destes, principalmente na posição de dominante em uma relação em que o limiar entre o normal e o anormal (leia-se relação abusiva ou violenta) é tênue.
Então, nesta frase falei do sexo masculino, mas como abuso e violência não é algo somente cometidos por este, ela acaba valendo perfeitamente para todas as combinações de preferência sexual e identidade de gênero.
Nas frases que seguem, as que são de minha autoria estão seguidas das minhas iniciais GM, sendo as outras genéricas e até óbvias, mas não menos importantes e impactantes para descrever o meu pensamento na época.

Alguns fundamentos:

- Nunca faça as coisas pelos motivos errados.

- Nem tudo é o que parece, mas algumas vezes as coisas são exatamente o que parecem.

- Você cresce mais rápido tentando superar a si mesmo do que aos outros. GM

- Vivemos melhor quando o fazemos de acordo com a nossa natureza. GM

- Seja sempre a estrela do filme que é a sua vida. É um erro fundamental ser coadjuvante da sua própria história. GM

- Nunca mantenha um relacionamento sem uma destas três bases, sob pena de fracassar na tentativa:

1. Compatibilidade intelectual. (falar a mesma língua e habitar o mesmo mundo garantem um equilíbrio nas diferenças socioeconômico-culturais)
2. Confiança total. (É necessária para a entrega e posse totais. relações sem posse e entrega totais não existem no universo BDSM, elas têm outro nome e pertencem a outro universo)
3. Atração sexual. (amizade, consideração e principalmente pena não substituem o bom e velho tesão).

NOTA DO AUTOR
Estes fundamentos tinham o objetivo de, além de explicar melhor a minha personalidade, também serviam criar um filtro para os que queriam se aproximar e para colaborar com simpatizantes e iniciantes nos seus primeiros passos dentro do universo BDSM.

Quanto ao meu modo de ver o BDSM, recomendo "o universo e o parque" que postado aqui e no meu Blog Diário de um Dominador www.gladiusbdsm.com.

NOTA DO AUTOR
Essa recomendação servia para divulgar o Blog e expressar a maneira como via as relações de jogos de poder como um todo. Visão esta que foi atualizada e poucos tempo depois consolidada nos textos “Dimensões” e “Transição”. Depois disso ocorreram algumas atualizações que serão destacadas nas “Notas do Autor” desses textos e em outros que demandarem de comentários de minha parte.

Quem quiser pode se aproximar, mas antes de se atrever a isso é bom saber que:

1. Gosto de gente do bem e de bem com a vida. Se não for seu caso, nem perca seu tempo.

2. Menores de idade... sem chance.

3. Não estou em busca de novas parceiras, mas também não estou fechado para novas possibilidades. Novas amizades sempre são bem-vindas. Se quiser entrar no meu mundo, siga em frente por sua conta e risco.

NOTA DO AUTOR
Em 2008 estava muito bem alimentado, mas também em uma fase de experimentação, o que me não me estimulava para caminhar na direção de quem quer que fosse. Neste final do perfil busquei deixar claro isto colocando uma última camada de filtros.
Então, quem quisesse se aproximar, o faria consciente das minhas expectativas.
O movimento para a conquista de parceiras era um hábito de quando não fazia parte de um meio social abundante de pessoas com os mesmos hábitos e expectativas. Isso ocorreu nos anos 80 e 90, época em que para conseguir parceiras eu tinha que selecionar e recrutar entre as fêmeas com gostos convencionais as que podiam me alimentar de alguma forma.
A partir da minha chegada ao meio BDSM em 2002 essa realidade de não me mover para conquistar novas parceiras se mostra desnecessária dado que, dada a demanda reprimida por homens dominantes, a oferta de mulheres submissas era imensa e entre elas sempre havia as que se moviam para dentro do meu território.
Realidade essa que não mudou desde então, tanto a relação a absurda desproporção entre dominantes e submissos quanto na minha disposição/necessidade de me mover para buscar alimento.
Logo no final dessa década eu criaria o meu perfil no Fetlife, um site de relacionamento específico para a sexualidade sem as restrições de conteúdo e imagens do Orkut, lugar em que existia completa liberdade de expressão e onde encontrei mais pessoas como eu.

GLADIUS MAXIMUS
PERFIL NO ORKUT PERFIL NO ORKUT Reviewed by Gladius on abril 25, 2021 Rating: 5

2 comentários:

  1. Por enquanto estou somente , passando em sua página para ler seu Blog.
    Muito interessante, seu perfil.
    Se parece bastante,com o Homem que conheci na Sala de Chat.
    Sério e instigante.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Anônimo19.9.08

    Interessante sua linha de pensamento ... rs...

    Beijos ... :)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.