Escravas: minhas relações BDSM

Quantas escravas o senhor teve até hoje? saudações - formspring.me

Essa pergunta é difícil de responder, pois as relações são diferentes. Então os números vão ser diferentes dependendo da abordagem.

A grande maioria era de mulheres que queriam o amor que dói... que queriam só sexo com pegada... que queriam um baunilha apimentado.


Agora, posses verdadeiras que se entregaram completa e incondicionalmente tive poucas. Não mais do que quatro ao longo da vida inteira.


GLADIUS MAXIMUS









Escravas: minhas relações BDSM Escravas: minhas relações BDSM Reviewed by Gladius on março 15, 2010 Rating: 5

3 comentários:

  1. Anônimo21.9.12

    Conheci hoje sua atual escrava. Ela me viu lendo Cinquenta tons de cinza mais escuros (gostei do primeiro) e puxou assunto. Como viu que tenho a mente aberta, e sou curiosa... Me passou seu blog. Estou curtindo a leitura, especialmente da forma bem escrita que o faz. Salvei como favorito! P.s: Esse olhar do perfil me assunta! Hehe abs A. Pacheco

    ResponderExcluir
  2. Sou iniciante, estou começando a ser uma sub agora.
    Queria saber, depois de uma sessão,existe carinho com seu dono?
    Como chama?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... existe sim carinho após uma sessão e pasme, não tem outro nome, se chama carinho mesmo. Algumas pessoas fazem uso de um termo chamado After Care para descrever o cuidado que um dominante deve ter com a pessoa que se submete a ele depois de uma sessão, mas sempre fui contra isso em específico, pois creio firmemente que cuidado é algo que se deve ter antes, durante e depois de qualquer tipo de interação BDSM. isso de só cuidar depois é coisa de gente sem noção da realidade.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.