24.2.16

Beleza e aparência no BDSM

Pergunta feita no Grupo do FaceBook Papo com Gladius em 12 de fevereiro às 17:10

Boa tarde sou submissa e sou do tipo “ão”. Peitão, coxão, bundão e não me sinto representada na mídia do nosso meio porque tudo que vejo sobre BDSM, sejam fotos ou vídeos são com mulheres lindas e esculturas. Gostaria de saber se isso é padrão ou só uma forma de atrair.

Creio que o que ocorre no meio BDSM não difere muito do que ocorre no geral com o ser humano. A questão do visual, da estética, da moda e até do comportamento, acaba virando uma ditadura quando uma grande massa adere.

Vemos por aí pessoas lindas e perfeitas, vivendo vidas lindas e perfeitas, sendo que essa comunicação visual é projetada para falar mais vezes com o que "o que as pessoas gostariam de ser" do que com o "que de fato são".

Neste momento é que entra o tal padrão como forma de atrair, pois o que as pessoas gostariam de ser chama muito mais a atenção do que um espelho do que de fato elas são.

Mas existe um paradoxo neste ponto, na medida em que essa "propaganda" não é gerada pelas pessoas que são de fato habitantes do BDSM.

Antes é bom lembrar que em se tratando de beleza, se por um lado ela é essencial, por outro, está nos olhos de quem a vê.

E o que eu vejo é que a grande beleza do BDSM é a liberdade de expressão. Entre os habitantes deste Universo vejo muita vaidade no melhor sentido da palavra, ou seja, pessoas que se produzem para ficarem lindas para si mesmas.

Nas festas e reuniões temáticas BDSM o normal é constatar que são frequentadas por outras tribos como a dos Goreanos, Cross Dressers, GLBT e da Podolatria e também de subculturas, como do Latex, Pet Play e Age Play.

Não vejo qualquer traço de discriminação. Todos circulando livremente e cada um exercendo o seu direito maior que é o de existir. Bom… isso em festas frequentadas pelos que realmente frequentam o meio BDSM.

Só que no meio BDSM, não circulam apenas pessoas com a firmeza de propósito em viver BDSM, entre iniciantes e veteranos. Por aqui, passeiam muitos tipos de pessoas não qualificadas, que variam desde os “sem noção” até tipos mais perigosos.

Bom lembrar que gente “sem noção” e “do mal” não são exclusividade do BDSM e ocorrem em todos os nossos círculos de interação humana, mas no BDSM se escondem alguns tipinhos particularmente perigosos e, junto aos “sem noção” de todas as variedades, perfazem cerca de 98% de todos os que circulam neste Universo, num verdadeiro efeito de iceberg invertido.

Os que já são BDSM, realmente não se preocupam primariamente com padrões de estética preconcebidos e que levam em consideração a beleza superficial da ditadura do “corpo perfeito”.

O que se vê ao vivo e a cores são pessoas de todas as idades, tamanhos e cores, preocupadas apenas em ficarem bonitas e só, pois a principal preocupação não é na aparência e sim em viver BDSM, saboreando o néctar da diferença de poderes que a hierarquia proporciona.

Obviamente, existem no BDSM, ao contrário do que possa parecer a princípio ou do que dizem por aí, pessoas dentro dos parâmetros contemporâneos de estética da nossa cultura de consumo. Pessoas que, apesar dos que só veem a superfície, também são lindas além do que estes podem ver.

E para os que vivem BDSM, é justamente nesta beleza que está além do alcance dos simples mortais que está o foco.

Fotos ou vídeos de pessoas lindas e esculturais estão concentradas em sua maioria nos perfis de novatos que, trazendo os valores de um Mundo Baunilha de aparências, ainda não enxergam além da superfície.

Cabe aqui insistir no fato de que existem pessoas lindas e esculturais, e estas têm todo o direito de se expressar e de exibir sua beleza.

Então e, corrigindo, quando o perfil tiver fotos de uma pessoa linda e escultural e estas fotos não forem do proprietário do perfil, este pertence a um novato, é falso ou esconde algum tipo de traste sem noção que usa estas fotos para atrair pessoas incautas... ou sem noção, como ele.

Perfis sérios tem fotos do próprio dono do perfil (não necessariamente o identificando) e os 2% de pessoas com a firmeza de propósito de viver BDSM, com certeza tem muito mais o que fazer do que ficar se preocupando com os que não ouvem a música que dançam*.

GLADIUS MAXIMUS

* Referência a frase “E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música.”  de Friedrich Nietzsche


>>>>>>> Deixe seu comentário e compartilhe!

5 comentários:

  1. Sua vizinha24.2.16

    Olá, Gladius!

    Chocada com sua estatística: 98% pra 2%. Pra quem está de fora é uma (des)proporção gritante em maiúsculas garrafais.
    Mas como vc bem disse, esses 98% circulam por td nosso cotidiano e diante disso, precisamos fazer uso de nosso feeling no sentido de nos prevenir dos "sem noção" da vida. E, ainda assim, eventualmente, seremos feridos.

    Voltando ao tema, creio q Antoine Saint-Exupéry pensava como vc qdo escreveu: "O essencial é invisível aos olhos. Só se vê bem com o coração."

    É aquela coisa q, na maioria das vezes, só a experiência te faz entender q, a beleza dita pela mídia tem seu lugar. Mas tds os outros tipos de beleza tb tem.
    Ao ler esse post ontem, lembrei de uma conversa com um colega de trabalho, q disse: "a beleza não se restringe às formas e curvas (ou falta delas) no corpo de uma mulher. Ás vezes o jeito de caminhar, o modo como mexe nos cabelos, a maneira como movimenta as mãos ao falar, etc, despertam admiração tanto qto um corpo dito perfeito."

    Pegando um gancho na pergunta de sua leitora, sabemos q a mídia é mutante. O conceito de beleza passou por várias mudanças ao longo do tempo. Não muito antigamente, o q era veiculado eram fotos de mulheres curvilíneas, de formas bem mais arredondadas. Os quilinhos a mais eram desejados e admirados. Hj, o desejável é exatamente o contrário. Mas há uma crescente no q diz aos "plus size", tanto q há inúmeras modelos dessa categoria preenchendo revistas, sites e vídeos dos mais variados temas. Portanto, é uma questão de tempo para q td mude novamente. Acredito q no BDSM a beleza da ditadura sirva pra atrair sim. Mas, se pararmos pra reparar bem, as fotos mais veiculadas o são por uma questão de produção fotográfica e/ou cinematográfica, pois as fotos caseiras mostram mulheres como nós: com celulites, estrias, barriguinha, etc. E, sendo assim, a falta de veiculação é uma lacuna "fácil" de ser preenchida. Basta ousar.

    Então o q realmente importa é q sobre alguma coisa depois da "entrada triunfal". E é exatamente isso q faz qq relação caminhar. Pq a beleza existe em td.

    Iria me despedir de outra forma, mas lembrei q vc gosta muito mais de sorrisos... (rs)
    :)

    ResponderExcluir
  2. nossa sr eu estou muito honrada em saber que minha duvida tão singela foce de tão suma importância ao ponto de um post baseado nela agradeço pelo esclarecimento e pela atenção .

    ResponderExcluir
  3. Que coisa boa ter encontrado um blog como esse ainda vivo em 2016. Não tenho achado muita movimentação no blogspot. Já segui! Tem mais alguns pra indicar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei feliz e envaidecido pelo elogio e mais ainda por ter virado uma seguidora. Coisas assim que me mantém firme e forte neste caminho.

      Infelizmente não tenho muito para te falar em termos de outros Blogs. A maioria do que vejo são enciclopédicos ou de autopromoção.

      Ma tem um que gosto muito e pertence a uma boa amiga e parceira... ela é jovem e já vive tudo isso com intensidade e faz no Blog dela o mesmo que eu faço no meu, ou seja, coloca as conclusões sobre o que vê e vive. Vale uma visita:

      http://www.diariodelolita.com/

      Excluir
  4. Muito bom.
    A essência do ser humanos não está nas curvas, no abdômen sarado, ou no rostinho bonito.
    Está no caráter da pessoa.
    Como o Senhor sabiamente expôs, 2% levam a liturgia a sério, e querem viver plenamente a D/s, enquanto o restante além de buscar aparência, busca interesses próprios, buscam dinheiro.
    Disvirtuam a imagem do D/s.
    Uma pena, pq muitas pessoas com potencial p viver a liturgia acabam desistindo por passar nas mãos de pessoas assim.
    Uma pena.

    ResponderExcluir

Blog sobre relacionamentos, dominação, submissão, fetiches, sexualidade e estilo de vida BDSM. Dominador puro e natural, habitante do Universo BDSM 24/7, cara de mau, mão pesada, bem-humorado para poucos e como John Wayne... Feio, forte e formal.

>>> LEIA MAIS

CONSULTORIA

IMPORTANTE!

Todas as práticas, atividades e comportamentos relacionados ao BDSM devem ser realizados dentro dos limites do SÃO, SEGURO E CONSENSUAL.

Para além do S.S.C. e da hierarquia, que são conceitos básicos e fundamentais dentro das relações BDSM, tudo o que eu falo representa apenas a MINHA VISÃO sobre esse universo.

Quando falo de dominadores, submissas e relações... vale para todos os gêneros e combinações. O que importa é a posição hierárquica da parte, ou seja, se é dominante ou submissa.

F.A.Q.

Diário de um Dominador: comece por aqui!

Criei este blog com o objetivo de compartilhar a minha jornada como Dominador e ajudar outras pessoas que estão em busca de autoco...

NOVIDADES

BATE-PAPO