Ele quer continuar sem ser Dono


Sou casada e conheci através da internet um homem também casado. Conversamos, ele me passou alguns testes nos quais me saí bem. Nos encontramos e foi muito bom. Como ele não se posicionava quanto a ser ou não meu dominador, eu decidi que não receberia mais ordens dele até que ele se decidisse. Alguns dias após esse encontro, perguntei se ele seria meu dono e ele disse que não. Disse que continuaríamos nos encontrando, mas que não podia assumir a responsabilidade de ter a mim como sub dele nesse momento. Existe alguma forma de tentar convencê-lo de que eu o quero como ele está agora, que não falta nada?

É muito difícil definir quais seriam os requisitos do que é ser um bom Dominador. Um deles seria, que fosse um Homem com o "H" maiúsculo como dizia a minha mãe. Outro, que fosse um cavalheiro. E é claro, que estes dois itens teriam que vir antes do moço se propor a entrar no longo e pedregoso caminho de ser um Dominador, coisa que leva muito anos para acontecer.

Talvez a maior verdade seja que um bom Dominador é aquele que o é para você, ou seja, aquele que venha a ser um oposto complementar a sua condição de submissa. Posso te assegurar que não existe perfeição nesse processo e o que termina acontecendo é você abrindo mão aqui e ali de algum detalhe no sentido de manter a relação.

Quanto a questão do convencimento, não creio que venha a funcionar. Mamãe também dizia que quando um não quer dois não brigam. Então não acho que qualquer argumento de sua parte venha a demovê-lo desta ou daquela posição que venha a ter assumido... isso depende exclusivamente dele. 

Da mesma forma que vale para você que disse que é casada..., imagine se este seu "Dominador" quisesse que você largasse o seu marido por causa dele e isso fosse de fato algo impossível para você seja por qual motivo fosse... me parece óbvio que você não largaria o seu marido por ele.  Talvez o fizesse por você mesma, o que seria o certo... mas por ele, duvido. Se viesse a fazer por ele, estaria cometendo o pecado de fazer as coisas pelos motivos errados.

O que te resta a fazer é muito simples.Você tem apenas que decidir se o que ele tem para te dar te basta. Tenha uma conversa deixando claro as suas necessidades e pergunte pelas dele. Ele vai expor o que realmente pode fazer e até onde pode ir na relação entre vocês. A a partir desse ponto você simplesmente vai analisar se o que ele vai te oferecer te bastará...  Se sim ótimo... se não, vai escolher se continua com ele, mesmo ele não suprindo o que você precisa ou, busca um Soberano que se alinhe mais com as suas necessidades.

GLADIUS MAXIMUS

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.