ATENDIMENTO VIA SKYPE

24.11.10

Relações BDSM - Insatisfação

O que eu faço se apos cada sessão em sinto insatisfeita? Quero apanhar mais, quero servir mais, porem mesmo apos certa rebeldia, para suscitar uma reação nada acontece. Procuro outro dono? Sub iniciante

Quando me perguntam quantas posses um Dominante pode ter, sempre respondo: pode ter quantas posses quiser/dar conta/merecer. E esta pergunta ilustra bem o caso onde a limitação da quantidade de posses é estabelecida pela qualidade.

E de que afinal é feita a satisfação?


No Dicionário Houaiss do UOL em seu primeiro significado, este substantivo feminino é o ato ou efeito de satisfazer(-se); contentamento, prazer advindo da realização do que se espera, do que se deseja.

Prazer advindo da realização do que se espera, do que se deseja... Acho, portanto, pouco provável que uma pessoa iniciante saiba exatamente o que deseja e, principalmente, o que deve esperar de uma relação que ocorre em um universo desconhecido.

Não cabe aqui nenhum tipo de moralismo, mas é preocupante a situação de uma sub que esteja procurando por outro Dono, sem ter experimentado a posse de verdade com o atual. Se você não foi possuída pelo primeiro... pare o processo. E então passe a buscar por bons parceiros e amigos, não por Donos.

Além disso, preocupa também o fato de uma pessoa que esteja chegando agora, e que não entende ainda a extensão do “pertencer”, se envolver com o nível mais avançado de uma relação BDSM, ou seja, de Dono/Posse. Coisa que já é complicada para a maioria, incluindo o mais antigos e experientes. 

O que realmente acontece é que a grande maioria das pessoas que circulam pelo meio BDSM não faz a menor idéia sobre o que significa possuir de verdade e de forma completa... nem eu sei.

Dessa forma, um bom começo para um iniciante é começar justamente pelo início, observando e conversando com outras pessoas. Além de ler todas as dicas para Iniciantes deste e de outros blogs/sites, a fim de ter o mínimo de base, para poder decidir.  

Saber o que você quer é uma das principais respostas que deve perseguir. Sempre se pergunte o que quer... vai ajudar a manter o foco.

Enfim, me lembro de um pensamento que aprendi há muito tempo... quando você está numa cadeira com um prego, o que você faz? Respostas certas: tenta tirar o prego ou muda de cadeira. Resposta errada: se acostumar com o prego.

Esse “se acostumar com o prego” é algo que faz parte do conformismo padrão do mundo baunilha.

Falo sempre que o problema em geral não está nos formatos das relações e sim nas escolhas dos parceiros. Então, se uma conversa em bom Português não for suficiente para tirar esse prego da sua existência, mudar de cadeira é a saída lógica. 

Se acostumar com o prego é uma solução típica das relações no universo baunilha. 

Tanto no BDSM, quanto em qualquer outro universo superior... se acostumar com o prego não é opção.

>>>>>>> Deixe seu comentário e compartilhe!

4 comentários:

  1. Que triste... Acho que estou me acostumando com o prego.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo17.11.11

    quero outra cadeira....e vou focar no meu objetivo.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo18.11.11

    Sr Gladius,

    Com todo o respeito e admiração parabenizo-o pelo excelente e esclarecedor tópicos que ao ler me fez pensar em algo:

    - Quais são as necessidades de uma submissa/escrava?
    - É correto ela esperar sua satisfação, inclusive sexual, naquele que há possui?
    - É correto ela sentir falta de práticas do BDSM por estar em um relacionamento em que elas quase não acontecem?.
    - É correto eles raramente terem relação sexual?
    - A relação física (erotizada e sexual) é uma necessidade física ou um desejo da submissa?

    Estou pensando se isto é uma relação D/s ou um serviço de pajem e subjugo.

    ResponderExcluir
  4. Querida pessoa anônima...

    Feliz pelos elogios e por ter feito você pensar.

    Quanto as dúvidas quer coloca, vou pensar com carinho nelas, quem sabe elas acabam se transformando em novos posts.

    GLADIUS MAXIMUS

    ResponderExcluir

Blog sobre Dominação, submissão, comportamento, relacionamentos, sexualidade e estilo de vida BDSM.

*** Dominador puro e natural, habitante do Universo BDSM 24/7, cara de mau, mão pesada, bem-humorado para poucos e como John Wayne... Feio, forte e formal.

*** Quando falo de Dominadores, submissas e relações... vale para todos os gêneros e combinações. O que importa em uma relação BDSM é a posição hierárquica da parte (dominante ou submissa).

F.A.Q.

Diário de um Dominador: comece por aqui!

Criei este blog com o objetivo de compartilhar a minha jornada como Dominador e ajudar outras pessoas que estão em busca de autoco...

YOUTUBE