ATENDIMENTO VIA SKYPE

18.11.10

Lado frágil

O que faz GM após o término de uma relação? Me refiro á porres, choro, depressão...TODOS sofrem com esse tipo de situação, acho que VC também! Certo? E, geralmente, quem termina suas relações, vc ? Isso pode abrir seu lado mais frágil, se é q existe.. bj!     - Formspring

Tive muitas relações ao longo da vida e todas, descontando as ainda em curso, tiveram começo meio e fim. Ok... isso foi muito óbvio... quase um 2+2. Mas para começar a responder tive que passear pelo meu passado e revisitar os meios de relações para rever as causas dos finais e depois seus efeitos.

Causas e efeitos... ok, vou tentar abrir o meu lado frágil... se é que existe.


Não existe uma forma predominante de término de uma relação na minha vida. Terminei com algumas e terminaram comigo em outras. Uma boa parte chegou ao fim simplesmente porque tinha mesmo que acabar. 

Só para lembrar, existem relações de vários níveis de proximidade. Desde uma simples de relação de amizade até uma de posse completa e profunda.

Quando qualquer relação já instalada termina, com certeza ninguém sai inteiro do rompimento e os danos, conseqüentemente, serão proporcionais ao seu grau de profundidade.

A que mais danifica quando chega ao fim é a de Elo BDSM. Para mim, são relações onde as partes se transformam em partes um do outro. O sentimento que fica quando uma parte sai da relação é de que está faltando um pedaço. E quanto maior o Elo, maior o rombo... maior o vazio.

Porres e choros são válvulas de escape... coisas que anestesiam o sentimento de vazio. A depressão é o sintoma desse vazio... o maior sintoma.

Quanto aos porres... não bebo. Bebo apenas o que se pode chamar de socialmente e sequer tive ou tenho o hábito de me esquentar para festas. As pessoas em geral bebem para diminuir a inibição... realmente não preciso de bebidas para isso.

Quanto ao choro... raríssimas foram as ocasiões onde meus dutos lacrimais atrofiados funcionaram (alguns filmes conseguem isso, O Homem Bicentenário por exemplo). Mais raras ainda, foram as ocasiões onde alguém presenciou tal fato.

Fui criado para ser forte... ser o porto... ser o apoio... ser o ombro onde os outros choram. Chorar para aliviar a pressão não é uma opção disponível para mim... e às vezes, queria saber chorar.

Depressão... essa é uma velha companheira. Tenho rompantes leves de depressão com uma certa freqüência, ativada pela minha única fonte de estresse, a ansiedade. Tenho muitas idéias e planos e quando as coisas não andam na velocidade que deveriam... e normalmente não andam... fico mal... e me recolho na minha toca... onde reciclo, recarrego as energias e volto com força para o combate.

Quando uma relação de Elo verdadeiro acaba... uma parte de mim morre... sinto um vácuo profundo... e só tenho a minha velha companheira depressão... a minha toca. E ainda vale o parágrafo final do texto réquiem, que escrevi quando uma relação desta magnitude acabou:

Este final de separação das partes de um todo, brota um tipo de dor que é maior que a perda de um grande amor. Sentem a dor de quem perde parte de si. Agora, parte deles é verdade e a outra é o vazio.


GLADIUS MAXIMUS



► Lado frágil




>>>>>>> Deixe seu comentário e compartilhe!

5 comentários:

  1. "E quanto maior o Elo, maior o rombo... maior o vazio."


    Po, é mesmo. =(

    ResponderExcluir
  2. **

    Sr. conheço tanto a depressão, como o final de uma relação desse tipo...

    E é como se faltasse mesmo um pedaço nosso...

    yasmin sub

    ResponderExcluir
  3. A forma como o senhor escreveu mostra um lado seu que pelas leituras anteriores jamais imaginaria existir. Algo bom existi em ti, mesmo que o relacionamento que o senhor mais sofreu foi os que estão ligados ao BDSM, não quer dizer que não tenham sido profundos...
    Ainda tenho muito o que aprender sobre a vida e o que li até este momento tem me mostrado um lado que acreditava existir apenas em livros.

    ResponderExcluir
  4. Realmente, ninguém é tão forte que nunca tenha sido fraco um dia. A fragilidade é algo inexplicável, sempre haverá motivos para questionamento quanto a isto ( a depressão é um deles), mas geralmente é na escuridão que encontramos a luz.
    Parabéns, pois mesmo enfatizando que foi criado para ser forte, admitiu em algum momento ser frágil, mesmo que use isso a seu favor.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo24.2.16

    A naioria das pessoas acham que pessoas fortes não ficam frágeis, a vida inteira fui forte , só eu sei o qto me custa cada dia pra mostrar esta fortaleza, como vc, amo o filme O Homem Bicentenário rsrs , fui criada para apoiar e ser o ombro em que todos choram mais tem motromentos que preciso, quero colo e não encontro, dificil demais, só quero dizer que entendo o q vc diz e sente. Obrigada! (SL)

    ResponderExcluir

Blog sobre Dominação, submissão, comportamento, relacionamentos, sexualidade e estilo de vida BDSM.

*** Dominador puro e natural, habitante do Universo BDSM 24/7, cara de mau, mão pesada, bem-humorado para poucos e como John Wayne... Feio, forte e formal.

*** Quando falo de Dominadores, submissas e relações... vale para todos os gêneros e combinações. O que importa em uma relação BDSM é a posição hierárquica da parte (dominante ou submissa).

F.A.Q.

Diário de um Dominador: comece por aqui!

Criei este blog com o objetivo de compartilhar a minha jornada como Dominador e ajudar outras pessoas que estão em busca de autoco...

YOUTUBE