Relações BDSM - Casamento e BDSM

Sua visão de casamento e BDSM mudou de uns tempos para cá?

Não. Mas para falar disso temos que rever os valores fundamentais de cada universo misturado nessa pergunta. E é na diferença de peso destes valores que vai estar o principal da minha resposta.

Eu não acredito que qualquer um dos formatos que ocorrem no mundo baunilha seja superior ou mais intenso do que os formatos que ocorrem nas relações BDSM. Como já comentei em outros posts. Mas esse é um valor meu, uma visão minha.

Para mim não existe casamento e BDSM. O que existe e sempre existiu, sem exceções, é eu eleger, entre as minhas posses, a mais habilitada e entregue para me servir em todos os universos. Uma fêmea alfa, forte e poderosa, resolvida e inteligente o suficiente para não misturar os valores e perder a perspectiva do que ela é e significa para mim.

E o principal, entender que eu jamais rebaixaria tanto uma mulher ao ponto dela ser apenas minha esposa. Algo tão inexpressivo para mim que chega a beira da ofensa. Principalmente para a que escolhi para ser a minha fêmea alfa.

Em todas as relações com mulheres escolhidas para essa função nunca deixei que elas perdessem a perspectiva do que elas eram para mim. E da enorme importância que elas tinham para mim.

Todas as relações enquanto duraram foram fantásticas e se não deram certo, não é por culpa do formato. Acredito que os problemas sempre estão nas escolhas. Afinal de contas, 1 – Quando um não quer (ou não enxerga), dois não fazem e 2 – A vida, não passa um “andar para frente” mais um “escolher o caminho”, sucessivamente.

Casamento é um termo baunilha que representa um formato notoriamente falido e que só funciona plenamente com muita hipocrisia, mentira e conformismo. Uma relação de Elo BDSM é algo que só funciona com verdade absoluta. Não falo da verdade nas coisas que se falam, pois às vezes omitimos isso e aquilo das pessoas que não estão preparadas para certas verdades. Falo da verdade que existe em se ser o que se é. Alguém já disse que mentir para si mesmo é a pior mentira.

No casamento não existe a confiança e entrega do Elo BDSM. No casamento, você não precisa entregar na mão do outro a sua integridade física e mental.

Enfim, minha visão não mudou. Casamento baunilha é para baunilhas e as relações BDSM são para os que estão preparados para elas. É óbvio que a pessoa pode ser casada e vir brincar na camada dos fetiches. É também óbvio que uma pessoa casada com um baunilha pode ter uma relação de Elo BDSM, pois são coisas que ocorrem em universos diferentes.

Uma relação de Elo BDSM completo é uma mesa de jogo com um cacife muito alto. Se não tiver cacife para sentar a mesa, não ocupe o lugar de quem tem.

É importante não se misturar os valores nem os universos e é mais importante ainda que pessoas com a visão tão turvada a ponto de achar que a palavra casamento cabe dentro do universo BDSM não se proponham a ser o que não são.

GLADIUS MAXIMUS


► Casamento e BDSM

Um comentário:

  1. Anônimo11.7.10

    Gostei da sua opinião sobre o casamento, acredito que isso possa ser estendido a qualquer tipo de relacionamento, pois quando existe mentira e hipocrisia tudo fracassa.
    M.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.