ATENDIMENTO VIA SKYPE

27.3.12

O meu Dono sumiu


Tenho um Dono (se posso dizer assim),ele sumiu não me da noticias a mais ou menos 20 dias. Como sou novata não sei o que esta acontecendo, estávamos bem ate então, sempre me falava que ia me deixar como ele gosta. Não sei se isso é parte do treinamento,sou um pouco impaciente e impulsiva, o lado bom disso tudo é que estou aprendendo a ter paciência pois continua a esperar como ele me mandou na ultima vez que nos falamos. Comecei a ler seu blog para tentar achar respostas para o que esta acontecendo estou bem perdida,mas seu blog esta me ajudando bastante foi nele que percebi como estou sendo egoísta de pensar somente em meus sentimentos. Me sinto abandonada, tenho um amigo Dom que foi com ele que tive minha primeira experiência, que me falou que provavelmente estou sendo testada. Mas já se passaram 20 dias e nada chego a pensar realmente que ele me abandonou, não sei o que fazer pois me sinto sendo dele ainda,amo meu Senhor mas não sei realmente o que fazer. Me desculpe pelo desabafo só estou precisando de ajuda e resolvi recorrer ao Sr pois me pareceu ser uma pessoa que sabe bem o que fala. Me perdoe se fui abusada em algum momento.
Para começar é bom ter em mente em primeiro lugar que o bom senso deve imperar.

A essência de uma relação está na própria palavra... relação. Então, no fim o que existe entre duas pessoas é a relação em si... o elo que as mantém unidas... se é uma sociedade comercial, namoro, amizade ou uma interação entre Dominante e submisso, pouco importa o formato.

O que importa de fato é o por que pessoas ficam conectadas... qual é essa misteriosa força gravitacional que mantém as pessoas próximas umas das outras. Estou trabalhando nisso agora... e devo publicar um texto que vai fechar a trilogia que comecei com os textos Dimensões e Transição.

O que posso afirmar, por agora e com certeza, é que você não tem um Dono. Você tem um “Dominador” com quem resolveu interagir e dar a ele algum poder sobre você. E ponto.

Essa é a verdade nua e crua. Você até pode tratá-lo assim, o chamando de Dono por uma questão de respeito, da mesma forma que poderia também utilizar um “Sr.” ou o hilário e escandalosamente vexatório “Dono de mim” (Minha opinião claro).

Essa pessoa com a qual você interage não é seu Dono... ele está seu Dono... pelo período de tempo e nas áreas da sua vida que forem definidas por você para esta relação.

Você diz que é novata... então dedique mais tempo em aprender sobre esse universo antes de se declarar posse de alguém e o pior, deixar que alguém ache que lhe possui. Para os poucos verdadeiros que levam isso muito a sério, isso de possuir ou ser possuído não é decidido de imediato.

Julgo uma atitude irresponsável de um “Dominador”, ainda mais em relação a uma iniciante, se colocar na posição de proprietário desta, sem dar o tempo necessário para que se entenda a dimensão, em termos de importância do que é pertencer. Esta atitude precipitada é uma das que avalio como maneira de se detectar um pseudo-dominante, pois demonstra cabalmente que este não faz ideia da importância do que é possuir de verdade.

Pertencer de verdade, na minha visão, exige três atitudes que são fundamentais para uma posse e, que são respectivamente, confiança total, entrega incondicional e a capacidade de manter seus olhos voltados para o seu dominante, não se deixando afetar por outras relações ou interações que ele venha a ter. Qualquer coisa menor que essa desqualifica a relação para ser de possuidor/posse e a nivela na relação básica e comum de Dominador/dominado.

Quanto ao que fazer:

1. Se você já entendeu o que significa pertencer de verdade, confia no seu proprietário e no modo como ele conduz as coisas, tenha paciência e aguarde o tempo que for necessário.

2. Amar a uma pessoa próxima é algo natural... amar ao seu parceiro BDSM é quase uma consequência, tanto pela profundidade e intensidade da relação quanto pela existência de hierarquia. Ainda assim, isso não é suficiente para se manter uma relação. Se é só amor que define essa sua relação, talvez você esteja nisso pelos motivos errados.

3. Tenha em mente que uma relação onde se quer que tudo de certo, é como um jogo de parceiros e não um contra o outro. Ao contrário do jogo de adversários, no jogo de parceiros se joga de forma que um compense os erros e deficiências do outro... só que isso tem um limite. Já dizia o meu velho pai... quando um não quer, dois não brigam. Essa é uma verdade para o outro lado... para uma boa relação existir, as duas partes devem querer muito.

Cheque bem dentro de você as razões para manter essa relação. Se ela te completa e te faz bem. Como em tudo na vida o saldo deve ser positivo... ou no mínimo zero... prejuízo nunca é opção.

Lembre que você deve sempre ser a estrela do filme da sua vida, mesmo que essa vida seja de escrava. Busque sempre o equilíbrio... e o que melhor para você.

GLADIUS MAXIMUS


► O meu Dono sumiu




>>>>>>> Deixe seu comentário e compartilhe!

11 comentários:

  1. Concordo em gênero, número e grau.
    Parabéns pela descrição, adorei o texto.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Excelente o texto postado, Sr. Gladius.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo24.8.12

    Uma passada pela manhã...
    pra aprebder mais...ler seus textos, sempre ótimos e muito esclarecedores!!!
    Bom Dia!!!
    Grata sempre!
    telma

    ResponderExcluir
  4. Anônimo9.9.12

    Prezador Senhor,
    Excelente resposta. Primeira vez em seu blog e muito feliz por ser esclarecedor e aberto.
    Fazer uma pessoa pensar é sempre a melhor forma de mostrar poder.
    Grata
    gorda linda

    ResponderExcluir
  5. Adorei sua resposta! Esclarecedor! Concordo plenamente!
    Um abraço apertado!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo7.3.13

    Esclarecido ... o problema e que muitos dominadores, nao sabem mostrar a uma submissa como se portar ... imensa satisfaçao em ler tua resposta !

    ResponderExcluir
  7. Anônimo30.1.15

    ainda frequenta seu blog?
    Tem fetlife?
    Tem um contato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1. Andei afastado me preparando para uma grande virada que provavelmente vai me trazer de volta ao Blog, militância e a vida pública BDSM.

      2. Sim: https://fetlife.com/users/11298

      3. Vários. Além daqui é possível me contactar pelos seguintes meios, além das mensagens do perfil fetlife:

      Email: mastergladiusmaximus@gmail.com

      Perfil Facebook: https://www.facebook.com/mastergladiusmaximus

      Excluir

Blog sobre Dominação, submissão, comportamento, relacionamentos, sexualidade e estilo de vida BDSM.

*** Dominador puro e natural, habitante do Universo BDSM 24/7, cara de mau, mão pesada, bem-humorado para poucos e como John Wayne... Feio, forte e formal.

*** Quando falo de Dominadores, submissas e relações... vale para todos os gêneros e combinações. O que importa em uma relação BDSM é a posição hierárquica da parte (dominante ou submissa).

F.A.Q.

Diário de um Dominador: comece por aqui!

Criei este blog com o objetivo de compartilhar a minha jornada como Dominador e ajudar outras pessoas que estão em busca de autoco...

YOUTUBE