Comportamento de caçador

O que você não faria hoje, mas fazia no início de sua caminhada como dominador?

Lá no começo, ainda adolescente, quando sequer possuía conhecimento sobre a existência do meio BDSM, era um ‘predador de ataque’... Como não interagia com outros adeptos, precisava recrutar mulheres no mundo baunilha.

Portanto, no início da minha caminhada como dominador, adotei uma conduta proativa em relação ao ato da caça, onde analisava e conquistava sistematicamente as fêmeas à minha volta. O fato delas terem ou não uma inclinação para serem escravas ou submissas era o que definia a possibilidade ou não de interação. 

Com o tempo, deixei de adotar tal postura, para ser cada vez mais reativo... Ou seja, não saio do meu castelo para caçar. 

Se antes entrava no lago com um arpão, para escolher bem o peixe, hoje, este tem que sair do lago e vir bater na porta do castelo. E isso ainda não lhe garante que terá, de alguma forma, a porta aberta.

Enfim, isso é o que eu não faço hoje... caçar.


4 comentários:

  1. Gladius Maximus, entrei por acaso aki hoje, e fiquei parte da tarde lendo.. Magníficos pensamentos e ótimas respostas as suas.

    Por conta disso, acabei me inspirando e escrevendo no meu blog, e como muito impressionada por vc, o citei no post, inclusive colocando o seu site e recomendando-o.

    Adorei tudo o que li aqui. Parabéns pela forma clara de se expressar.

    MissTery

    ResponderExcluir
  2. Viu? Depois você diz que eu que exagero, mas tenho que concordar com Miss Tery. Simples assim!
    E mais...devo dizer que sou testemunha do que vc escreveu. SEI muito bem o quanto é verdade quando vc diz que o peixe tem que ir até vc.
    Arrogante? Extremamente, mas é exatamente isso que me encanta em você. Entre outras 'boas' coisas.
    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Tery

    Fiquei envaidecido e feliz com os seus elogios e também pela com sua citação sobre mim no seu Blog.

    Tudo o que escrevo por aqui é baseado no que vivi, senti e vi a minha volta. Sendo assim, fica muito fácil, pois não preciso inventar nada... basta contar as histórias verídicas e as conclusões que cheguei baseadas nestas histórias de vida real.

    Vou visitar o seu Blog com certeza.

    GLADIUS

    ResponderExcluir
  4. Anônimo21.3.17

    Quanto ms leio ms quero ler e aprender, me alimentar me identificar com a sub de alma que sou, simples palavras varias linhas e o corpo se movimenta por si! Tenho fome tenho sede de conhecimento e com eles me desperta o desejo ...vejo espelhos de mim mesma a todo o momento, a cada dia me sinto ms liberta de minhas amarras e vícios.é bom estar aqui !!!...ass: Dama de Ouro

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.