Ser e ter

É preciso ser para ter? Ou ter para ser?

Nem uma coisa nem outra. Pessoas completas apenas são o que são e vivem muito bem com isso. Não devem nada a ninguém e o que é mais importante, não devem nada a si mesmos.

O ter é apenas conseqüência do ser tanto no caso de Dominadores quanto no de todo o resto.


GLADIUS MAXIMUS








2 comentários:

  1. Anônimo8.11.10

    Máxima verdade,normalmente pessoas que não se preocupam com isso:Tem e São...
    As coisas chegam,tudo flui naturalmente...
    Adoro tuas postagens,são certeiras!

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Anônimo9.11.10

    Ser e parecer...
    Ter e ser...
    Aiiii...
    Tudo uma questão de percepção?
    Saudações SM

    ResponderExcluir



___________________________

AVISO: Todas as práticas, atividades e comportamentos relacionados ao BDSM devem ser realizados dentro dos limites do SÃO, SEGURO E CONSENSUAL. Para além do S.S.C. e da hierarquia, que são conceitos básicos e fundamentais dentro das relações BDSM, tudo o que eu falo representa apenas a MINHA VISÃO sobre esse universo. E quando falo de dominadores, submissas e relações... vale para todos os gêneros e combinações. O que importa é a posição hierárquica da parte, ou seja, se é dominante ou submissa.
Tecnologia do Blogger.