Escravas: minhas relações BDSM

Quantas escravas o senhor teve até hoje? saudações - formspring.me

Essa pergunta é difícil de responder, pois as relações são diferentes. Então os números vão ser diferentes dependendo da abordagem.

A grande maioria era de mulheres que queriam o amor que dói... que queriam só sexo com pegada... que queriam um baunilha apimentado.


Agora, posses verdadeiras que se entregaram completa e incondicionalmente tive poucas. Não mais do que quatro ao longo da vida inteira.


GLADIUS MAXIMUS









Um comentário:

  1. Anônimo21.9.12

    Conheci hoje sua atual escrava. Ela me viu lendo Cinquenta tons de cinza mais escuros (gostei do primeiro) e puxou assunto. Como viu que tenho a mente aberta, e sou curiosa... Me passou seu blog. Estou curtindo a leitura, especialmente da forma bem escrita que o faz. Salvei como favorito! P.s: Esse olhar do perfil me assunta! Hehe abs A. Pacheco

    ResponderExcluir



___________________________

AVISO: Todas as práticas, atividades e comportamentos relacionados ao BDSM devem ser realizados dentro dos limites do SÃO, SEGURO E CONSENSUAL. Para além do S.S.C. e da hierarquia, que são conceitos básicos e fundamentais dentro das relações BDSM, tudo o que eu falo representa apenas a MINHA VISÃO sobre esse universo. E quando falo de dominadores, submissas e relações... vale para todos os gêneros e combinações. O que importa é a posição hierárquica da parte, ou seja, se é dominante ou submissa.
Tecnologia do Blogger.